quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Omeleta de Grão de Bico



                                          

Esta omeleta sem ovos - afinal é possível fazer (kkkkkkk) - é muito saborosa.

Tem contudo um defeito, demora um pouco a ficar com este aspeto se a massa ficar muito liquida...é preciso ter muita paciência e uma frigideira antiaderente muito boa!

Ingredientes:

-1 chávena de grão cozido
- 4 colheres de sopa de aveia
- 3 dentes de alho
- 1 colher de chá de curcuma ou açafrão das Índias
- salsa  ou coentros q.b.
- 1 colher de chá de fermento
- piri-piri ou jindungo q.b.
- 1 cebola picada
- azeite q.b.
- água morna q.b. (cerca de uma chávena)
- sal q.b.

Preparação:

Como tudo o que leva fermento, este polme deve ficar a repousar um pouco (20 minutos +/-) sem o sal.

É importante que o sal seja adicionado apenas quando se vai cozinhar mesmo, porque o sal mata o fermento.

O polme deve ter uma consistência grossa, não muito liquida para ser mais fácil fazer a omelete. Use uma espátula para virar a omelete e deixe ficar douradinha em lume médio alto.

Porções: 2 pessoas

Sugestão: Acompanhe com uma boa salada ou legumes salteados.


Pãezinhos de Queijo

Pãezinhos doces


Pão caseiro


Pãezinhos de Corintos


 
Esta receita é semelhante aos famosos pãezinhos hot cross que se comem pela páscoa.
 
Ingredientes para a massa:
 
- 1 ovo
- 1 chávena de leite morno
- 4 colheres de sopa de manteiga derretida
- 4 colheres de sopa de açúcar em pó
- 1/2 colher de chá de sal
- 2 colheres de chá de canela em pó
- 3 chávenas de farinha de trigo sem fermento
- 2 colheres de chá de fermento
- corintos e/ou frutas cristalizadas a gosto
        
 

Ingredientes para pincelar:
 
- 1 ovo
- 3 colheres de sopa de leite
- 2 colheres de sopa de farinha de trigo sem fermento
- 3 colheres de sopa de açúcar em pó (de pasteleiro)
- 3 colheres de sopa de leite


 
Numa tigela larga e com o auxilio de uma colher de pau, misture pela seguinte ordem: a farinha com o fermento, o açúcar, a canela e o ovo. Por último adicione a manteiga derretida o sal e os corintos.
 
Abra uma covinha e deite o leite morno. Envolva com a mão e amasse ligeiramente.
 
Deixe repousar por meia hora e depois divida em bolinhas iguais, pincelando com "calda" formada pelos ingredientes para pincelar.
 
Coloque num tabuleiro previamente untado ou forrado com papel vegetal.
 


 
Leve ao forno a 180º C por 40 minutos. Deixe estar mais 10 minutos depois de desligar o forno.
 
 

Pão sem Glúten

 
Este pão é indicado para quem tem doença celíaca. É muito bom...muito fofo e saboroso.
 
Ingredientes:
 
- 2 chávenas de chá de farinha de mistura sem Glúten
- 3 colheres de chá de fermento sem Glúten
- 1/2 colher de chá de sal
- 1 chávena de leite de arroz (morno)
- 2 colheres de sopa de açúcar mascavado
- 1 ovo (facultativo)
- 3 colheres de sopa de farinha de arroz
 
Misture os ingredientes todos (exceto o leite de arroz), colocando por último o sal.
 
Abra uma covinha no meio e deite o leite de arroz morno. Envolva com a mão, deitando uns borrifos de farinha para soltar.
 
Trabalhe um pouco a massa...não é preciso muito, apenas umas voltas...
 
Deite no tabuleiro,  em que previamente deitou um pouquinho de farinha e "corte" com uma faca no sentido do comprimento.
 
Esse "corte" vai ajudar a levedar. Deixe repousar por cerca de 20 minutos enquanto aquece o forno a 180º C.
 
Deixe cozer durante 40 minutos. Desligue o forno sem abrir e deixe ficar mais 10 minutos.
 
Bom apetite!

Pão de Batata


domingo, 28 de julho de 2013

Gaspacho Andaluz




É uma receita muito fresca, apropriada para o verão quente, por fornecer uma quantidade de água e sais minerais.

Ingredientes para 4 pessoas:

1 pepino
1 tomate
1 pimento vermelho
1 cabeça de alho
1 cebola pequena
água q.b
azeite q.b.
sal q.b.
uma malagueta
vinagre q.b.
folhas de coentros partidos fininhos

Preparação:

Junta-se tudo num copo alto e bate-se com a varinha até ficar em puré.
Prova-se e retifica-se de tempero e de água se necessário.
Deve ser colocado no frigorifico para servir-se frio.
Pode ser servido com quadradinhos de pão torrado.

Pãezinhos rápidos de Espelta




 

Ingredientes para dez pãezinhos:

1 chávena de farinha de espelta
1 chávena de farinha de trigo
2 colheres de sopa de açúcar
1 colher de chá de fermento
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de sementes de Sésamo
2 colheres de sopa de sementes de Linhaça
1 colher de sopa  de sementes de Chia
2 colheres de sopa de leite
1  colher de sopa de azeite
1 chávena de farinha de água

Preparação:

Juntam-se primeiro os ingredientes secos numa bacia mexendo bem com uma colher de pau. Depois junta-se o leite, o azeite e a água, mexendo sempre.

Ao obter uma bola amassa-se levemente e deixa-se repousar até o forno atingir a temperatura de 180ºC.

Usa-se farinha nas mãos para a massa não agarrar.

Coloca-se a massa dividida em bolinhas, mais pequenas que bolas de ténis e separadas por metade do seu tamanho, num tabuleiro polvilhado com farinha.

Demora cerca de 45 minutos a cozer. Tem um aspeto muito rústico mas é muito bom e saudável.


Podem-se fazer variantes deste pão:

  • Com passas ou outras frutas secas.

  • Com azeitonas ou alho e neste caso sem o açúcar.



domingo, 23 de junho de 2013

Batido Vermelho de Legumes

Batido Vermelho de Legumes

Batido Vermelho de Legumes

Ingredientes:
1 pé de aipo
1 banana
½ beterraba crua descascada
2 folhas de couve lombarda
3 folhas de alface
1 dúzia de folhas de espinafre
sumo de ½ limão
água q.b.


Preparação:
Depois de lavar muito bem os legumes em água e vinagre e os passar por água, coloque todos os ingredientes no liquidificador e ajuste a consistência com a água que desejar. Consuma de imediato.

Nota: É importante que todos os ingredientes sejam de agricultura biológica.



Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/receitas/Article-920-Batido%2BVermelho%2Bde%2BLegumes.html

Aipo com Sementes de Sésamo

Na imagem: FAipoFrito

Preparação

1. Corte o aipo aos pedaços e, de seguida, lave-os bem em água corrente fria.

2. Seque-os com um pano de cozinha limpo e leve-os ao lume, numa frigideira com um pouco de óleo.

3. Tempere com sal e deixe fritar em lume brando. No final, escorra sobre papel absorvente e transfira para um prato de servir. Sirva polvilhado com as sementes de sésamo.

Sabia que...
O aipo se for ingerido sem ser bem mastigado, torna-se indigesto. Assim, para quem tem o estômago sensível recomenda-se que mastigue muito bem este legume.


A parte inferior dos talos deve ser comida em pouca quantidade porque é mais rija e de mais difícil digestão.

Gaspacho

Gaspacho cru

Gaspacho cru

Ingredientes (para 2 pessoas):

1 tomate grande maduro
½ pimento verde grande
½ pepino médio
½ cebola média
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de azeite virgem
1 colher de sopa de vinagre de maçã
sumo de ½ limão
sal integral q.b.


Preparação:

Lave bem todos os legumes. Corte o tomate aos pedaços. Abra o pimento e retire-lhe as sementes e os veios brancos. Descasque o pepino, os alhos e a cebola e corte também aos pedaços.
Coloque todos os ingredientes no liquidificador à velocidade máxima durante alguns minutos e sirva.

Sugestão: Pode servir polvilhado com orégãos e temperar com um gindungo ou malagueta.

Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço:
http://www.centrovegetariano.org/receitas/Article-770-Gaspacho%2Bcru.html

terça-feira, 4 de junho de 2013

Dicas para uma alimentação prática com frutas e verduras


Não é nenhuma novidade que comer frutas e legumes é bom para a saúde. O difícil é colocar isso em prática no dia-a-dia.
 
A Organização Mundial da Saúde recomenda o consumo de 400g de frutas e legumes por dia, correspondente a cinco porções diárias, para prevenir doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer.
 
Mas como podemos suprir essa necessidade na prática?
 
Aqui estão cinco maneiras de incluir as cinco porções por dia no seu menu diário - sem fazer muito esforço.
 
1. Adicionar frutas ao café da manhã
 
Café da manhã não se faz apenas com pãozinho e bolachas - você pode adicionar frutas.
Cinco dicas para uma alimentação prática com frutas e verduras
 
Cinco dicas para uma alimentação prática com frutas e verdurasA Organização Mundial da Saúde recomenda o consumo de 400g de frutas e legumes por dia, correspondente a cinco porções diárias, para prevenir doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer. [Imagem: BBC]


 
"Corte uma maçã ou uma pera [...] e coloque no cereal ou na farinha de aveia para obter um reforço de vitamina C e betacaroteno", aconselha a nutricionista Helen Ford.
 
Se você não tem tempo de tomar café da manhã, uma solução é uma vitamina de frutas vermelhas, como morango, amora, framboesa, que são ricas em antioxidantes que estimulam o sistema imunológico.
 
"O mais importante são as polpas das frutas, pois mastigá-las aumenta a produção dos sucos gástricos, o que auxilia o processo de digestão e absorção de nutrientes", diz Ford.
Adicionar a casca é ainda melhor, porque, de acordo com a especialista, ajuda a reduzir o colesterol.
 
Para aqueles que argumentam que comer frutas os deixam inchados, a nutricionista tem um remédio: "É melhor comer a fruta por volta de uma hora antes da refeição, ela contém açúcares simples, que não exigem muita digestão."
 
"Outros alimentos, como os ricos em gordura, proteína e amido, permanecem por mais tempo no estômago, e tem uma digestão mais lenta. "Por isso, se você comer frutas após a refeição, a frutose vai ficar por muito tempo no estômago, vai fermentar e causar distensão abdominal e flatulência," acrescenta.
 
2.Legumes para o lanche
 
Ford explica que figos secos e nozes são boas escolhas para comer entre as refeições.
 
O chef Javed Anand sugere usar suco de frutas ou de legumes para fazer pão: "Em vez de adicionar água à massa, adicione o suco", diz Anand.
 
"Você pode adicionar picles por exemplo. Esta é uma ótima maneira de incluir legumes na massa".
 
No entanto, se você insiste no sanduíche, adicione uma porção de folhas verdes escuras, como espinafre e agrião.

 
Cinco dicas para uma alimentação prática com frutas e verduras


[Imagem: BBC]


 




3.Sopas ricas

A nutricionista Helen Ford sugere adicionar legumes às sopas.
 
Sopa de agrião é uma escolha ideal para o almoço, explica Ford, pois é rica em ferro e magnésio.
 
Se o problema da sopa é que dá a impressão de que não enche o estômago, você pode adicionar massa ou soja aos variados legumes.
 
O chef Mathew Pennington é um especialista em sopas à base de legumes, porque são fáceis de adaptar, desde que você mantenha as mesmas proporções.
 
"Para uma sopa para quatro ou seis pessoas, a base é sempre 500g de cebola, 250g de cenoura e 250g de aipo. Descasque e corte os legumes em cubos e misture em uma frigideira grande, em seguida cubra-os com água."
 
"Deixe ferver e cozinhe até que os legumes estejam macios. Tempere com sal e outros temperos ou ervas aromáticas, e misture até ficar homogêneo. Você pode peneirar se não quiser a sopa com pedaços", diz Pennington.
 
 
 
Cinco dicas para uma alimentação prática com frutas e verduras
O ruibarbo é uma planta comestível também utilizada como fitoterápico.
[Imagem: Dieter Weber/Wikipedia]
 





4.Frutas cozidas

Compotas de frutas são uma ótima opção para uma sobremesa gostosa e saudável.
Cozinhar a fruta lentamente usando especiarias em vez de açúcar também é uma boa maneira de melhorar o sabor do doce ou da compota.
 
"Eu amo peras e pêssegos cozidos em um pouco de água com anis estrelado e canela", diz Anand. "Depois de cozido, retiro as frutas e adiciono um pouco de iogurte grego e açafrão".
 
Anand diz que o anis estrelado é uma espécie muito versátil e vai bem com todos os tipos de frutas. Uma outra dica é usar menta, que adiciona frescor a uma salada de frutas ou compota.
 
"Açafrão funciona bem com manga e laranja." conta Anand.
 
Além disso, diversos estudos sugerem que o ruibarbo contém níveis elevados de polifenóis, que protegem as células do organismo contra danos por radicais livres.
 
Pesquisadores da Sheffield Hallam University, na Inglaterra, descobriram que o ruibarbo cozido de forma lenta tem um maior teor de polifenóis do que em seu estado natural.
 
Assim, para uma sobremesa nutritiva ou um lanche com um alto teor de vitamina C, você pode fazer uma compota de ruibarbo com gengibre e suco de laranja.
 
"Maçãs e amoras cozidas vão muito bem com uma boa pitada de canela", diz Helen Ford. "É uma deliciosa sobremesa saudável e cheia de vitaminas".
 
 
Cinco dicas para uma alimentação prática com frutas e verduras
 [Imagem: BBC]








5.Varie as frutas e legumes

Uma das melhores maneiras de aproveitar ao máximo as cinco porções por dia é comer de acordo com as cores do arco-íris, ou seja, diferentes frutas e legumes.
 
"É muito importante ter uma dieta variada e experimentar pratos diferentes", diz Anand.
 
"Eu acho melhor comer uma variedade de frutas e legumes preparados de forma menos saudável, do que comer o mesmo legume favorito o tempo todo."
 
Javed Anand diz que o coco, que muitos acham pouco saudável, é muito bom para a pele e o cabelo. "A chef recomenda cozinhar legumes, peixe e marisco com leite de coco.
 
E complementa: "Para mim, quanto mais variada a dieta, mais saudável você está."
 

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Refogado Vegetariano

 


Quer prato mais rápido e versátil que um refogado de legumes?  Se adicionado de uma fonte de proteína, passa de acompanhamento a prato principal.
 
Esta receita é um simples refogado  pois não utilizei a panela wok. Adicionei os vegetais que tinha em casa, alguns temperos e o repolho chinês (bok choy) – a estrela do prato.
 

O repolho chinês é rico em vitaminas A, C e K e uma boa fonte de cálcio. Também contém compostos polifenóis que atuam como potentes antioxidantes.
 
Refogado Vegetariano
 
Ingredientes
 
3 colheres (sopa) óleo de gergelim
4 dentes de alho cortados em lascas finas
1/2 cebola (grande) cortada em finas rodelas
1/2 colher (chá) gengibre ralado
1 cenoura cortada em rodelas finas
1 chávena de cogumelos fatiados
1 + 1/2 chávena de talos de repolho chinês cortados em fatias de aproximadamente 2cm
2 xícaras das folhas de repolho chinês cortadas em tiras (aproximadamente 3cm)
2 xícaras de broto de feijão
1 xícara de tofu cortado em cubos 
3 colheres (sopa) de molho de soja (em alternativa pode temperar com caril ou açafrão e outras ervas aromáticas a gosto)
 
Modo de preparo
 
Comece refogando o alho e a cebola no óleo de gergelim, em fogo alto por aproximadamente 2 minutos.  Mexa constantemente.
Adicione a cenoura, os talos do repolho chinês, o gengibre e os cogumelos e refogue por mais 4 minutos mexendo sempre.
Acrescente 3 colheres de molho de soja ou em alternativa os temperos, as folhas do repolho chinês e o broto de feijão. Coloque o fogo na temperatura média e refogue por mais 4 minutos.
Finalize com o tofu, ajuste o tempero e sirva com arroz.
 
Serve 2 a 3 pessoas. 
 

domingo, 2 de junho de 2013

Caldo verde

 

 
Pode chamar-se caldo verde à couve cortada às tiras bastante finas, mas também à tradicional sopa "caldo verde", típica do Norte de Portugal.
A couve galega é preferida para a sua preparação, podendo ser também salteada em azeite e alho ou incorporar diversas receitas como as migas ou a tiborna.
É a couve mais rica em cálcio, sendo também excelente fonte de vitamina C e betacaroteno.
 
Ingredientes

1 (100 g) cebola

2 dentes alho 
400g batata para cozer
1L água
1 c. de sobremesa (6 g) sal 
300g couve portuguesa cortada para caldo verde 
3 c. de sopa azeite extra virgem 
6 fatias finas broa de milho
 

Receita
Descasque a cebola, os dentes de alho e as batatas. Corte tudo em pedaços para dentro de uma panela junte a água e leve ao lume. Quando ferver, tempere com sal, tape e deixe cozer sobre lume moderado durante cerca de 20 minutos ou até as batatas estarem cozidas.
Entretanto deite a couve num passador e lave-a com água fria. Escalde a couve em água a ferver durante cerca de 1 minuto e escorra-a.
Triture a sopa com a varinha mágica até reduzir completamente as batatas a puré. Deixe retomar fervura e introduza a couve. Mexa e deixe ferver com tacho destapado durante 5 a 6 minutos.

Finalização: Sirva a sopa com as fatias finas de broa de milho. 


domingo, 26 de maio de 2013

Pasta de cereais

 
Para a pasta de cereais utilizam-se especialmente cereais pouco utilizados no fabrico de pão, como a escândea que é um tipo de trigo duro, a cevada, aveia, milho, arroz e trigo sarraceno.
 
Receita:
 
por pessoa: 50gr. (3 colheres de sopa grandes)de cereais triturados frescos que se deixam de molho durante toda a noite em 5 colheres de sopa grandes de água; 15 gr. de frutos secos doces; 100gr. de fruta madura cortada na hora (de manhã cedo); 10gr. de amêndoas ou nozes; o seu iogurte ou compota favorita.
 
 

Salada de Espelta

 
 
 
Ingredientes
para 4 pessoas

200 g de espelta (ou trigo integral en grãos)
 

400 ml de caldo de legumes
1 folha de louro
200 g de alcachofra
 

1 radicchio
 

2 tomates
1 ramo de alecrim
4 ramos de manjerona
4 colheres (sopa) de azeite de oliva
2–3 colheres (sopa) de suco de limão
1 colher (sopa) de vinagre balsâmico
Sal
Pimenta-do-reino moída na hora
150 g de queijo de cabra

 
 
Modo de preparo
 
Preparação: 25 min | Cozimento: 1 hora | Tempo adicional: 2 horas, descansando.

1.Coloque numa panela a espelta (ou o trigo integral), o caldo de legumes e a folha de louro. Após levantar fervura, deixe cozinhar com a panela semitapada por 40 a 60 minutos, em fogo baixo. Retire a folha de louro e deixe a espelta esfriar por 30 a 50 minutos, mexendo de vez em quando delicadamente com o garfo.
 
2.Escorra as alcachofras e corte-as em pedaços de cerca de 3 cm. Lave as folhas do radicchio e deixe-as secar. Em seguida, corte-as em tiras pequenas. Corte ao meio os tomates e retire as sementes. Corte a polpa em cubos grandes.
 
3.Lave e agite as ervas para que sequem. Pique bem as folhinhas. Coloque numa tigela grande as ervas, o azeite, 2 colheres (sopa) de suco de limão, vinagre balsâmico, sal e pimenta, e bata bem. Acrescente a espelta (ou o trigo), a alcachofra, o radicchio e o tomate, e misture.
 
4.Deixe a salada tampada por 1 hora e, em seguida, tempere com sal, pimenta e suco de limão a gosto. Corte a ricota em cubos pequenos e acrescente à salada. Sirva em seguida.


terça-feira, 21 de maio de 2013

Sopa de Feijão e Legumes

 
Esta é uma das sopas tradicionais portuguesas. As ervas secas, o louro e o alho conferem-lhe um aroma mediterrânico muito agradável...

Ingredientes para 4 pessoas

- 250 g de feijão branco seco
- 1 colher (sopa) de azeite
- 2 cebolas picadas finamente
- 4 dentes de alho picados finamente

- alho francês às rodelas
 - 2 cenouras cortadas em rodelas finas
- 1,2 l de água
- 1/4 colher (sopa) de tomilho seco
- 1/4 colher (sopa) de orégãos secos
- 1 folha de louro
- 125 g de couve portuguesa ou espinafres cortados em tiras finas
- sal q.b.

Preparação

Demolhar o feijão num grande volume de água durante 6 horas ou de um dia para o outro. Lavar antes o feijão e depois usar a mesma água em que esteve demolhado para cozinhar. Escorrer o feijão e colocá-lo num tacho. Cobrir com água e levar a ferver. Deixar borbulhar por 10 minutos. Escorrer, lavar sob água fria corrente e escorrer de novo. Reservar.

Aquecer o azeite num tacho grande. Refogar as cebolas picadas por 3-4 minutos, mexendo de vez em quando. Juntar os alhos picados, as rodelas de alho francês e as rodelas de cenoura. Refogar por mais 2 minutos.

Adicionar a água, o feijão, o tomilho, os orégãos e a folha de louro. Levar a ferver e baixar o lume. Cobrir e cozinhar em lume brando por 1h15, ou até o feijão ficar macio. Temperar com sal.

Desligar o lume e deixar amornar ligeiramente. Remover a folha de louro. Retirar o equivalente de 2 chávenas de chá (250 ml) e transferir para o copo do liquidificador ou da varinha mágica. Triturar até obter um creme e voltar a colocar este na sopa. Envolver.

Colocar novamente a sopa ao lume. Juntar as verduras e cozinhar por mais 10-15 minutos ou até estas se apresentarem cozidas. Retificar os temperos e distribuir a sopa por pratos fundos ou tigelas. Servir de seguida.

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Sopa de mozarela e cenouras

 
Uma sopa de cenoura com mozarela de búfala excecional, é saborosa, leve e saudável.
 

Ingredientes:
4 cenouras médias picadas
1litro de água filtrada
1 tablete de caldo de legumes
¼ de uma cebola média
2 dentes de alho
1 colher de azeite
100grs de mozarela de búfala cortada em quadradinhos
Salsinha para decorar
Preparo:
Aqueça a água com o caldo de legumes, a cebola, um dente de alho e as cenouras. Cozinhe até que a cenoura fique macia. Bata tudo no liquidificador. Aqueça o azeite e doure o outro dente de alho, acrescente o creme de cenoura e deixe ferver por 3 minutos.
Sirva com a mozarela de búfala e decore com a salsinha.
 


sábado, 18 de maio de 2013

Sopa de Beldroegas

Para o jantar, ontem, resolvi fazer uma sopa usando as beldroegas que cresceram no meu quintal.  Apanhei apenas um pequeno raminho. Mas lá deu para fazer a sopa juntando courgette, manjericão e beldroegas, numa sopa muito gostosa.



Ingredientes:
1 cebola
1 chuchu
2 courgettes
10 folhas de manjericão
folhas de beldroegas
sal
azeite

1. Numa panela colocar a cebola e o chuchu previamente descascados e cortados.

2. Adicionar as courgettes cortadas em pedaços e as folhas de manjericão. Temperar com sal e tapar os legumes com água.

3. Levar a panela ao lume e deixar cozinhar os legumes.

4. Triturar os legumes depois de cozidos.

5. Adicionar as folhas das beldroegas e temperar com azeite a gosto. Deixar levantar fervura.

A sopa fica muito deliciosa. A repetir.

Salada de beldroegas

 


Esta é uma salada muito simples e super apetitosa de beldroegas com tomate e cebola.
 
Numa taça coloquei os caules mais tenros das beldroegas. De seguida cortei um tomate em cubos, uma cebola picada e juntei às beldroegas. Temperei com flor de sal e azeite e servi.
 

sexta-feira, 1 de março de 2013

SOPA DE ABÓBORA



Ingredientes: Abóbora, Batata, Cebola, Alho, Azeite e Sal.

Preparação: Primeiro parte-se a abóbora em cubos (+/-1cm). 



Entretanto coloca-se uma panela ao lume com água e um pouco de sal. Essa água quente (a ferver) vai ser usada mais tarde.


Parte-se em seguida a cebola, muito miudinha e o alho, adicionando-se o azeite para fazer um refogado na panela em que vai ser feita sopa.

Quando a cebola estiver "loira" juntam-se os bocadinhos de abóbora e mexe-se cuidadosamente deixando refogar um pouco.

Junta-se a água quente e deixa-se cozer a abóbora, cerca de 20 minutos.


Durante esse tempo partem-se as batatas as batatas em cubos pequenos.

 

Tira-se a panela do lume, quando a abóbora estiver cozida e passa-se grosseiramente com uma varinha mágica, de modo a ficarem alguns cubos inteiros no meio do puré.

Leva-se a panela novamente ao lume e juntam-se os cubos da batata. 

Retifica-se da água e sal novamente e leva-se ao lume para cozer as batatas. 

Deve-se mexer para o puré não agarrar ao fundo e quando as batatas estiverem cozidas apaga-se come-se.

É uma boa sopa, ótima para o outono por todas as propriedades bem conhecidas da abóbora.


Veja também:
 


Bom proveito!


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...